Dicas essenciais para cuidar da contabilidade de sua startup

dicas-essenciais-para-cuidar-da-contabilidade-da-sua-startup-numeric

Nos últimos anos, o número de startups no Brasil tem aumentado consideravelmente. No entanto, você já pensou se é necessário e qual papel de uma contabilidade para sua startup?

Como já deve ser de seu conhecimento, os serviços contábeis possuem uma significante importância nos empreendimentos. Desse modo, as startups não ficam de fora, mesmo que apresentem uma estrutura de negócio diferente.

Lidando com um cenário de incertezas, as startups de todo o Brasil precisa dedicar mais atenção aos seus processos internos. Isto é, questões como as suas burocracias trabalhistas e contábeis, por exemplo.

Dessa maneira, a contabilidade da sua startup cumpre um papel de extrema importância, se tornando assim uma parceira de negócios.

Portanto, que tal conhecer melhor essa relação entre uma startup e uma contabilidade? Continue acompanhando o nosso artigo e descubra tudo o que você precisa saber sobre este assunto.

O que representa uma startup?

Em primeiro lugar, é de extrema importância saber definir o que é uma startup e tudo o que ela representa no mercado.

Startup é um termo que surgiu nos Estados Unidos e se refere às empresas jovens. Aquelas que apresentam um modelo de negócio que se propõe em oferecer soluções inovadoras para os seus clientes em um cenário repleto de incertezas.

Ou seja, o terceiro fato para caracterizar uma startup é que ela anda de mãos dadas com a tecnologia. Afinal de contas, elas precisam inovar e para isso, devem usufruir das soluções tecnológicas.

Outras características que definem uma startup é que a sua estrutura de negócio se apresenta de maneira repetível e escalável. É o que a proporciona colher resultados positivos e gerar retorno financeiro.

Sendo assim, são quatro fatores cruciais que caracterizam a estrutura de uma startup. Conheça-as a seguir:

  • Atuar em um cenário de incertezas;
  • Modelo de negócios focado em transformar o trabalho em dinheiro;
  • Repetível, uma vez que ela pode crescer sem mudar o seu modelo de negócios;
  • Escalável, expandindo os seus ganhos sem a necessidade de aumentar as despesas;

Desse modo, uma startup se apresenta como um empreendimento diferente dos demais em vários sentidos.

Aproveite o assunto para ler: O que é uma startup: diferença entre empresa tradicional e startup.

Por que cuidar da contabilidade da sua startup?

Agora que você entende o que é uma startup e quais são as suas características, por que cuidar da contabilidade da sua startup?

Para responder essa pergunta, temos que levar em consideração uma série de fatores. Em primeiro lugar, as obrigações fiscais e tributárias de uma startup.

Desse modo, é fundamental que toda startup cuide das suas burocracias da melhor maneira possível. O principal problema se encontra na hora de dedicar atenção para todos esses processos. Na maioria das vezes, o próprio empreendedor se responsabiliza por manter o seu empreendimento em dia.

No entanto, precisamos concordar que são inúmeras as responsabilidades de um empresário e com isso, processos como os tributários podem não receber a atenção devida.

A falta de cuidado com os procedimentos e rotinas contábeis pode levar uma startup ao fracasso, fazendo com que ela feche as portas.

Sendo assim, é de extrema importância cuidar da contabilidade da sua startup. É o que vai proporcionar a sustentabilidade e o crescimento do seu negócio.

Que tal descobrir como é a atuação de uma contabilidade em uma startup? Confira a seguir alguns campos de atuação dos serviços contábeis.

1. Informações contábeis

Um grande erro por parte dos empreendedores é deixar de lado as informações contábeis do seu negócio. Afinal de conta, são estes mesmos dados que podem influenciar a tomada de decisão das empresas.

Ou seja, todo empreendedor deve tomar decisões em seu negócio tendo como base os seus dados contábeis. É o que vai fazer com que elas sejam assertivas e influenciem no sucesso de um empreendimento.

Desse modo, informações como o balancete mensal e balanço patrimonial se tornam dados relevantes para um negócio.

Quando falamos em uma startup, o balancete mensal é um dado mais importante, uma vez que o balanço patrimonial deve ser avaliado somente no final de cada ano.

Sendo assim, o balancete mensal é o que permite que o empreendedor tenha acesso à dados mais atualizados sobre o seu negócio, enquanto o balanço patrimonial fornece tudo o que uma gestão fez durante um ano.

2. Regime tributário

A contabilidade da sua startup também atua diretamente no regime tributário de um startup. Isto é, a maneira como um empreendimento vai pagar os seus impostos.

Tal escolha é de suma importância, uma vez que pode fazer com que uma startup pague uma menor quantidade de impostos.

Desse modo, no Brasil, as empresas podem se enquadrar em três tipos de regimes tributários. São eles: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.

Por exemplo, é muito importante que o empreendedor saiba o que é CNAE, principalmente se ele pretende optar pelo Simples Nacional. O termo não é muito conhecido e pode parecer complexo, mas não é um bicho de sete cabeças.

Qualquer startup que for prestar serviços ou vender produtos – online ou físico, precisa estar enquadrada em pelo menos uma CNAE. Dependendo da variedade de serviços prestados e tipo de produtos vendidos, pode ser necessário o enquadramento em outras CNAEs.

A CNAE significa Classificação Nacional de Atividades Econômicas. Ela tem como objetivo categorizar empresas, instituições públicas, organizações sem fins lucrativos e até mesmo profissionais autônomos em códigos de identificação.

Esses códigos, padronizados em todo o país, são utilizados nos cadastros e registros da administração das fazendas federal, estadual e municipal. Identificar qual a melhor CNAE para classificar sua startup pode evitar que você pague impostos e taxas indevidamente pela escolha incorreta dos códigos CNAE.

Para analisar o melhor regime tributário para uma startup, é fundamental ter ao seu lado um contador especializado em abertura de empresas, que vai analisar qual deles se adequa mais à sua estrutura de negócio.

3. Ativos e passivos de uma startup

Como você pode perceber, uma contabilidade permite que uma startup conheça melhor a sua estrutura. O que envolve os seus dados financeiros.

Dessa maneira, um dos dados mais importantes para um empreendimento são os seus ativos e passivos. Essa informação permite que uma startup mantenha uma reserva para o seu capital de giro e se mantenha no mercado.

O controle de ativos e passivos de uma startup é de suma importância, já que pode prevenir que ela venha a enfrentar problemas em sua gestão.

4. Compras e estoques

Setores como o de compras e estoques são fundamentais para uma startup, principalmente aquelas que abriram as portas recentemente.

Sendo assim, contar com uma contabilidade é indispensável. Afinal de contas, sem parâmetros históricos de uma startup, como saber o que deve ser comprado e a sua quantidade?

Ou seja, cabe a contabilidade da sua startup auxiliar neste processo, evitando assim compras exageradas ou até mesmo a escassez.

5. Análise financeira

O setor financeiro e a maneira como uma startup lida com as suas finanças pode alavancar os seus resultados ou levá-la ao fracasso.

Desse modo, os serviços contábeis permitem que um empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a realidade financeira da sua startup. Com isso, todas as suas decisões serão tomadas com base nos dados fornecidos.

É o que permite o crescimento saudável de um empreendimento, sem correr riscos durante a sua trajetória.

Além disso, é possível identificar como está o desempenho da sua startup, o que permite tomar decisões corretivas.

6. Custos de uma startup

A contabilidade da sua startup também permite identificar para onde estão indo à maioria dos seus custos.

Caso seja identificado que eles não se concentram em atividades como o desenvolvimento de uma nova solução, é o momento de corrigir a sua estratégia.

Ou seja, de uma maneira ampla, uma contabilidade atua de diversas maneiras na estrutura de uma startup.

Aproveite para ler: Reestruturação Financeira: Como O BPO Pode Ajudar Replanejar As Finanças

Como é a atuação da contabilidade da sua startup?

Como estamos falando de uma estrutura de negócios diferente de uma empresa tradicional, uma startup demanda uma contabilidade especializada.

Desse modo, é de extrema importância que os serviços contábeis contratados por uma startup atuem de maneira estratégica. O foco deve ser voltado para a estrutura encontrada nas startups.

Portanto, existem algumas peculiaridades quando falamos na contabilidade de uma startup. Conheça algumas delas agora:

Tributação

Por ser um modelo de negócios que tende a apresentar resultados rápidos, as startups requerem uma contabilidade andando ao seu lado.

Além disso, as startups não contam com leis específicas, fazendo com que muitos empreendedores atuem de maneira informal.

Dessa maneira, a contabilidade da sua startup permite que o empreendimento funcione de maneira legal.

Investimentos

Atualmente, o papel do contador nos empreendimentos passou por algumas mudanças. Antes, ele era conhecido por ser responsável apenas pelo pagamento de imposto e recebimento de documentos.

No entanto, hoje o contador atua como um orientador, identificando e indicando o melhor caminho para as empresas.

É o que acontece com as startups, onde os contadores podem oferecer uma melhor orientação acerca do aporte de investimentos, além de dados financeiros que permitem o crescimento de um negócio.

Valuation

Por fim, a contabilidade da sua startup permite o cálculo do Valuation, que representa qual é o valor de um empreendimento.

Sendo assim, o empreendedor tem todo o suporte necessário para entender como administrar o seu negócio da melhor maneira possível.

Aproveite para ler: abertura de empresa com capital estrangeiro: como empresas estrangeiras podem abrir filiais e negócios no brasil?

Vale a pena terceirizar as finanças?

Como dito e apresentado anteriormente, os processos financeiros e contábeis de uma startup são feitos, na maioria das vezes, pelo próprio empreendedor.

Isto se caracteriza como um risco, uma vez que ele já possui inúmeras tarefas e pode não dedicar a atenção necessária para estes processos.

Dessa maneira, terceirizar o setor financeiro da sua startup se apresenta como uma solução fundamental. Agora, todos os processos financeiros e contábeis podem se encontrar nas mãos de profissionais especializados no assunto.

É o que permite que os empreendedores possam focar única e exclusivamente em sua estrutura de negócio, podendo dedicar uma maior atenção à setores cruciais da sua startup.

Portanto, entre em contato conosco e descubra como nós podemos ajudar o seu empreendimento. Não deixe de acessar o nosso blog e curtir as nossas redes sociais para acompanhar outros conteúdos como este!

Compartilhe:

Posts

Open chat
Olá, em que podemos ajudar? Fale conosco pelo WhatsApp!