O que é uma Startup: Diferença entre empresa tradicional e Startup

o-que-e-uma-startup-diferenca-entre-empresa-tradicional-numeric

Você já ouviu falar ou conhece uma Startup? O termo tem ganhado cada vez mais força no mercado de trabalho e ainda é motivo de dúvida na cabeça dos profissionais.

O mercado está em constante evolução e com isso diversos modelos de negócios e oportunidades acabam surgindo. Foi assim que surgiu o termo Startup.

Atualmente, é bastante comum ver jovens talentos migrando de empresas tradicionais para atuarem na famosas Startups. No entanto, o que será que tem de tão especial nesse modelo de negócio que está ganhando cada vez mais força?

No intuito de esclarecer para você o que é uma Startup e o que a diferencia de uma empresa tradicional, preparamos este artigo!

Portanto, leia-o com atenção e tire todas as suas dúvidas relacionadas ao tema principal. Acompanhe a seguir!

O que é uma Startup?

O termo Startup surgiu nos Estados Unidos e diz respeito à empresas jovens, que apresenta um modelo de negócios que proporciona soluções inovadoras em meio à um cenário de incertezas.

Desse modo, as Startups caminham de mãos dadas com a tecnologia. Isso porque elas precisam se inovar, fugindo assim do modelo tradicional das empresas.

Sendo assim, elas se apresentam como um modelo de negócios repetível e escalável com grandes chances de gerar retorno financeiro. Conseguiu entender melhor a sua definição a partir desses dois pontos acima? Vamos explicar melhor.

Uma Startup é repetível porque ela tem a tendência de crescer sem precisar mudar o seu modelo de negócios. Ela apenas repete aquilo que já fez, aumentando a sua margem de lucro.

Ela também é escalável porque pode expandir os seus ganhos sem precisar aumentar as suas despesas na mesma medida. Ou seja, ela consegue atender um grande número de clientes, sem a necessidade de alterar toda a sua estrutura inicial.

Além disso, existem algumas características próprias que definem de uma vez por todas o que é uma Startup. Para que você não tenha mais dúvidas em relação ao assunto, conheça cada uma delas a seguir.

Como caracterizar uma Startup?

Mesmo com o conceito abordado acima, muitas pessoas ainda possuem dificuldades para identificar o que é uma Startup e o que é  uma empresa tradicional.

Sendo assim, confira cada uma das especificidades acerca das startups nos tópicos a seguir e tire as suas dúvidas.

Modelo de negócios de uma Startup

Existe uma diferença entre modelo de negócios e plano de negócios que, no segundo caso, o foco é atingir todas as metas traçadas por meio de estratégias.

Já no modelo de negócios, o foco é completamente outro. Em uma Startup, a prioridade é o valor de um produto e a sua rentabilidade.

Ou seja, o modelo de negócios das startups se baseia em sanar as dores e necessidades dos seus clientes de uma maneira rentável.

As startups, na maioria das vezes, focam, em seus modelos de negócios, em propor algo inovador para os seus clientes. Ou até mesmo adaptar um negócio para uma área na qual ele não é aplicado e, por fim, algumas chegam a criar um modelo completamente novo.

O que é um cenário de incertezas?

Já falamos sobre uma Startup ser repetível e escalável, agora chegou o momento de entender o motivo pelo qual ela é lembrada por um cenário de incertezas.

Todo o caminho das startups é incerto. Isso porque elas sempre se propõem a fugir do comum, do tradicional.

Dessa forma, não existe um manual de como iniciar uma startup bem sucedida. É necessário trilhar um projeto no qual comece a gerar caixa. Deve-se ter paciência para que o seu modelo de negócios, de fato, passe a apresentar crescimento.

Além desses fatores, é possível caracterizar as startups de acordo com os seus tipos de negócio ou nichos. Sim, existem vários tipos de startups. Vamos conhecê-los agora?

Quais os tipos de startups?

As startups se diferenciam de acordo com os seus tipos de negócio ou até mesmo o nicho no qual se propõem a atuar.

Sendo assim, quando temos em mente o tipo de negócio de um startup, temos os seguintes modelos:

Portanto, esses são os principais modelos de startups, quando consideramos o tipo de negócio que elas se dispõem.

Ainda existem aquelas que se diferenciam de acordo com os seus nichos. Provavelmente você já ouviu falar nas Construtechs, FinTechs, dentre outras.

No entanto, ainda é necessário entender melhor quais as reais diferenças entre uma startup e uma empresa tradicional. Continue acompanhando o nosso artigo para descobrir.

Startup x empresas tradicionais: entenda a diferença

Além do modelo de negócios inovador, do cenário de incertezas e de outras características já citadas aqui, existem ainda algumas especificidades que diferenciam uma startup de uma empresa tradicional.

Portanto, confira agora quais as reais diferenças elas:

Estrutura

Como já podemos perceber, uma startup está focada em aproveitar todas as oportunidades de mercado. Com isso, toda a sua estrutura já estão preparadas para lidar com possíveis riscos, o que demandam soluções ágeis.

Em contrapartida, uma empresa com experiência no mercado já possui uma estrutura mais completa.

Ou seja, diante de cenários complexos, elas demandam um maior tempo para se organizar, tanto financeiramente quanto organizacionalmente.

Organização

As startups crescem quando se deparam com uma oportunidade ou solução aberta no mercado. Elas são planejadas para escalar e, com isso, independentemente do seu planejamento, não possuem certeza de um retorno financeiro.

Aqui, os funcionários participam de todos os estágios da Startup, colaborando assim com o seu crescimento. O que torna bastante comum o desempenho de duas ou mais atividades.

Já as empresas tradicionais, possuem todo um planejamento tanto para a sua manutenção no mercado quanto para o seu crescimento.

Ou seja, muitas vezes, os sócios de uma empresa prefere mantê-la estável do que arriscar e arcar com prejuízos financeiros.

Além disso, nas empresas, todos os funcionários possuem as suas funções definidas. Com isso, toda a sua contribuição é para melhorar o desempenho dos processos.

Ambiente de trabalho

Uma Startup é marcada por um espírito no qual as pessoas precisam estar preparadas para lidar com as mudanças recorrentes de mercado.

Ou seja, situações complexas podem surgir de uma hora para outra e demandam soluções ágeis e práticas.

No entanto, nas empresas tradicionais, o cotidiano não é bem assim. Toda operação acontece de uma maneira mais consolidada.

A importância de uma contabilidade especializada em Startups

Contar com uma contabilidade especializada para startups, ajudará a empresa a determinar sua produtividade e seu lucro desde os estágios iniciais da empresa. Isso fornece aos empreendedores um método para manter as informações contábeis.

Uma contabilidade, auxilia o empreendedor nas burocracias do dia a dia, fazendo com que ele tenha mais foco no negócio e no crescimento da empresa, por isso, essa parceria é valiosa para a gestão de negócios.

Além disso, ter uma contabilidade para startups como parceira, também poderá auxiliar a empresa em assuntos importantes como:

  • Previsão de estimativas financeiras;
  • Determinação de lucratividade;
  • Despesas orçamentárias;
  • Contabilidade da folha de pagamento;
  • Escolha correta do Regime Tributário;
  • Ajudar a Startup na relação com os investidores.

Quer saber mais? Fale com um de nossos especialistas! Teremos prazer em te auxiliar! Aproveite também para acessar o nosso blog para conferir outros conteúdos como este, que você acabou de ler.

Compartilhe:

Posts

Open chat
Olá, em que podemos ajudar? Fale conosco pelo WhatsApp!